quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Outubro Rosa: Mês da Luta Contra o Câncer de Mama

Objetivo da Campanha é sensibilizar a população sobre o rastreamento precoce do câncer de mama – Divulgação
Objetivo da Campanha OUTUBRO ROSA é sensibilizar a população sobre o rastreamento precoce do câncer de mama, que é a causa mais comum de morte relacionada a câncer em mulheres (World Health Organization).

Tendo isso em mente, separei um artigo interessante deste ano (2012) que saiu na European Journal os Nuclear Medicine and Molecular Imaging, que compara PET/CT com outras modalidades convencionais no estadiamento de pacientes com câncer de mama primário.

O artigo se chama: "Whole-body FDG PET/CT is more accurate than conventional imaging for staging primary breast cancer patients", de Riegger e colaboradores.

Nesse estudo, 106 pacientes femininas passaram pelos seguintes exames:  PET/CT (FDG, corpo inteiro), Mamografia (raio-x e RM) , Radiografia de tórax, Cintilografia Óssea e Ultrassonografia (mamas, axilas e fígado).

A acurácia dos exames foi avaliada em termos de taxa de detecção do tumor primário, a correta avaliação de focos de lesão primária, taxa de detecção nos linfonodos e metástases distantes.

No PET/CT a detecção nos linfonodos e metástases distantes foi significativamente maior.
Em relação aos outros parâmetros, nenhuma diferença significativa foi encontrada.

Os autores concluíram que, apesar das limitações de um estudo retrospectivo e das taxas de falso-positivos de metástases em linfonodos, o PET/CT com uso de FDG teve uma maior acurácia que as outras modalidades convencionais no estadiamento inicial do câncer de mama devido as maiores taxas de detecção de metástases, resultando numa mudança de conduta dos médicos em uma proporção significativa de pacientes. 

Você pode conferir esse artigo  no link abaixo:




Nenhum comentário:

Postar um comentário