segunda-feira, 12 de novembro de 2012

PET Scan mostra o efeito da cafeína no cérebro

Foi publicado um estudo no Journal of Nuclear Medicine desse mês sobre o uso de PET para visualizar receptores de cafeína no cérebro humano, tornando possível a avaliação in vivo do consumo de cafeína.

O trabalho consegue acrescentar informações à investigação atual de muitos pesquisadores que relacionam um consumo moderado de cafeína (3-5 xícaras de café por dia)  com risco de desenvolvimento de doenças neurodegenerativas, por alterar a expressão dos receptores A1 de adenosina. 

Levando em conta uma meia-vida biológica de 5 horas, a cafeína pode ocupar até 50% dos receptores de adenosina do cérebro quando bebidas com cafeína são consumidas repetidamente durante o dia.

Para ler o artigo completo, acesse: http://jnm.snmjournals.org/content/53/11/1723

Nenhum comentário:

Postar um comentário